28.AGO

Redes sociais: invista no humor

Redes sociais: invista no humor

Até mesmo os autodeclarados mal-humorados dão suas risadas às escondidas.

Nas redes sociais as páginas dedicadas ao humor são muitas e muito populares.

Se rir é o melhor remédio, você já pensou em usar esse medicamento para salvar a sua imagem nas redes sociais?

Pé atrás
Em um primeiro momento a ideia pode parecer meio absurda, afinal algumas pessoas ainda têm a ideia de que uma empresa que se quer séria não deve se dedicar ao humor, com o receio de que isso afete a sua credibilidade e prejudique a sua imagem.

Mas, não há nada a temer.

Se a sua empresa realmente é séria e presta um bom serviço ao seu cliente, não é a sua postura bem humorada que irá manchar a sua imagem. Além do mais, bom humor e credibilidade não são fatores opostos um ao outro.

Diálogo

A imagem séria da sua empresa não precisa necessariamente ser sisuda. Isso irá afastar o seu cliente. E as redes sociais têm como objetivo justamente o contrário: estabelecer um diálogo rápido, fácil e constante com a sua empresa.

Mas, é claro, às vezes esse contato pode nem sempre ser positivo. Em alguns casos clientes poderão reclamar do seu serviço.

Agora há um motivo para temer? Não.

Erros ocorrem em qualquer empresa. Se isso acontecer seja transparente com o seu cliente e consigo mesmo. As reclamações, ou feedbacks, servem para que você possa corrigir as falhas no seu serviço.

E convenhamos, ninguém é perfeito. Aceite e reconheça o erro. Desculpe-se.

Mas as pessoas vão falar mal da minha empresa abertamente?

Melhor do que falarem de você nas redes enquanto você nem sabe (ou finge que não sabe). Atender o cliente, desculpar-se, resolver os problemas e demonstrar perante o público a sua atenção são grandes benefícios para a sua marca.

Essa experiência, mesmo que pareça negativa, é uma ótima oportunidade que você tem de dialogar diretamente com o seu cliente.

O que isso tem a ver com humor?
Além de você estar disponível para conversar por meio das redes sociais você também pode (e deve) propor esse diálogo, “puxar conversa”. E uma das maneiras mais eficientes de fazer isso é falando a linguagem da internet, tratando dos assuntos de maneira mais leve e divertida, deixando os formalismos para canais mais formais.

Mas claro, o humor da sua página não deve ser gratuito. Você não deve, por exemplo, fazer piadas com fatos que não estejam diretamente ligados à sua empresa. Por mais que o internauta esteja disposto a rir, ele curte a sua página essencialmente pelo seu serviço, é ele que deve ser a pauta principal do seu diálogo.

Assim sendo, a união entre a forma bem humorada e o conteúdo útil para o seu cliente farão com que haja uma aproximação natural do público, criando uma empatia pela maneira descontraída com que você fala e, ao mesmo tempo, pelo conteúdo relevante que você oferece a ele.

Exemplos
Ainda não se convenceu de que o humor pode ser uma ótima solução para o seu negócio? Veja dois exemplos práticos de como o humor pode ser usado nas redes sociais até por instituições que têm um caráter bastante sério.

Prefs
Com mais de 600 mil curtidas, a página da Prefeitura de Curitiba é um caso de sucesso absoluto no Facebook, especialmente pelo fato de ser um órgão público que usa uma linguagem não tão institucional para informar (e divertir) a sua população e também os estrangeiros.


Vá em paz
Outra página que usa o humor nas redes sociais e que vem chamando a atenção dos internautas é a do Cemitério Jardim da Ressureição. Sim, um cemitério. A página desse cemitério em Teresina, no Piauí, tem mostrado que até mesmo os temas mais pesados podem se tornar leves e ajudar você a divulgar o seu serviço.

O que você acha sobre isso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Soluções