17.DEZ

Retrospectiva das Redes

Retrospectiva das Redes

Nas redes sociais, 2015 é visto como um ano que já vai tarde.

Entretanto, nas próprias redes, este período do ano é o momento de olhar para trás e ver o que aconteceu neste ano que eu conheço muito e já desconsidero pakas.

Mas, essa má impressão deixada por 2015 não é à toa. A retrospectiva do Twitter, por exemplo, mostra que entre os fatos mais marcantes do ano estão os ataques ao Jornal Charlie Hebdo (#JeSuisCharlie), a sexta-feira 13 em Paris (#PrayForParis), os incidentes envolvendo policiais e a população negra nos Estados Unidos (#BlackLivesMatter) e a detenção do menino Ahmed Mohammed, que foi confundido com um terrorista em sua escola ao construir um relógio (#IStandWithAhmed).

Por outro lado, foi também no Twitter que a solidariedade pode ser demonstrada. Foi na rede social, por exemplo, que o presidente americano Barack Obama demonstrou a sua solidariedade a Ahmed. Nela também os internautas pediram que os países europeus recebessem refugiados da África e do Oriente Médio (#RefugeesWelcome) e celebraram a legalização do casamento homossexual nos Estados Unidos (#LoveWins).

Mas, claro, não tiveram só assuntos sérios. Por isso, ela também foi palco da acirradíssima disputa entre pessoas que defendiam que a cor do vestido era azul e preto (#BlueandBlack) ou branco e dourado (#WhiteandGold).

Já no Brasil, não teve pra ninguém. A campeã foi Isabel. Isso por que o tweet que anunciava a vencedora do programa Master Chef foi retwittada 36 mil vezes e recebeu 39 mil curtidas. Mas além desse tweet, o programa televisivo ganhou o troféu de assunto mais comentado na rede em 2015, com 1,82 milhão de tweets.

E para recordar o que de mais relevante aconteceu no mundo e no Twitter em 2015 a rede divulgou um vídeo trazendo esses momentos.

Nem só de zueira vivem as redes

Embora tenha tido um sucesso estrondoso no Twitter, o Master Chef não foi tão comentado no Facebook, que teve a política como seu principal tópico, inclusive no Brasil, onde quatro dos dez principais temas se referiam ao universo político, estando três deles nas primeiras colocações.

O nome da presidente da república Dilma Rousseff foi o termo mais usado em 2015 no Face. A principal representante do poder executivo aparece também na lista dos políticos mais comentados no mundo, ficando atrás apenas de Barack Obama e Donald Trump.

Na sequência, aparece o ex-presidente Lula e em terceiro lugar os Escândalos da Petrobrás. E se os tumultos envolvendo a estatal brasileira são um verdadeiro drama para a nação, outra tragédia que mobilizou os internautas foi a morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo. O nome do cantor vem na lista antes da referência à dupla Jorge & Mateus.

A dobradinha de música e política segue a lista, trazendo o senador Aécio Neves na sexta colocação e na sequência o Rock in Rio.

Somente na oitava posição é que um termo foge dos dois principais assuntos. O Papa Francisco é que ocupa essa colocação, seguido dos ataques em Paris de 13 de Novembro.

Fechando a lista a paixão nacional está entre os termos mais usados no Facebook. Mas, infelizmente, não da maneira como gostaríamos, já que o futebol aparece em referência aos escândalos da Fifa.

Já em nível mundial as menções no Facebook são bastante semelhantes ao Twitter em referência aos ataques à Paris, à crise dos refugiados, o casamento entre pessoas do mesmo sexo e os protestos em Baltimore pela morte do jovem negro Freddie Gray que estava sob custódia policial.

Confira abaixo a lista dos assuntos mais comentados no Facebook:

1. Eleições presidenciais nos EUA
2. Ataques em Paris
3. Guerra na Síria e refugiados
4. Terremotos no Nepal
5. Crise da Grécia
6. Casamento igualitário
7. Luta contra o Estado Islâmico
8. Charlie Hebdo
9. Protestos em Baltimore
10. Tiroteio em Charleston e debate sobre a bandeira

O que você acha sobre isso?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Soluções